Fossil Holocene Ostracoda from the Itapeva Lake, Southern Brazilian coastal plain

Authors

  • Leonardo Timm Steiner Campos Curso de Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Câmpus Litoral Norte, Av. Tramandaí, 976, CEP 95625-000, Imbé, RS, Brazil.
  • Lucas de Oliveira Nunes Departamento Interdisciplinar, Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Câmpus Litoral Norte, Av. Tramandaí, 976, CEP 95625-000, Imbé, RS, Brazil.
  • Cristianini Trescastro Bergue Departamento Interdisciplinar, Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Câmpus Litoral Norte, Av. Tramandaí, 976, CEP 95625-000, Imbé, RS, Brazil.

DOI:

https://doi.org/10.4072/rbp.2021.2.01

Abstract

Holocene ostracods from a core obtained in the Itapeva Lake, Rio Grande do Sul coastal plain, are studied in this paper.
Twenty-six species belonging to 22 genera and 13 families were registered in nine samples analyzed, two of them new: Cytherella eros sp. nov. and Loxoconcha itapevensis sp. nov. The taxonomic composition of the assemblages varies along the core, being Cyprideis multidentata Hartmann the most abundant and frequent species (273 specimens), followed by Cytheretta punctata Sanguinetti (56 specimens) and L. itapevensis sp. nov. (51 specimens). Variation in richness and diversity observed along the core probably results from sedimentary and hydrological changes during the evolution of the Itapeva Lake. The results obtained in this work reinforce the importance of ostracods in the study of coastal paleoenvironments.

Keywords: barrier-lagoon system, biostratinomy, micropaleontology, Quaternary.

RESUMO – Este trabalho apresenta o estudo de ostracodes holocênicos provenientes de um testemunho obtido na Lagoa Itapeva, planície costeira do Rio Grande do Sul. Vinte e seis espécies pertencentes a 22 gêneros e 13 famílias foram registradas em nove amostras analisadas, sendo duas novas: Cytherella eros sp. nov. e Loxoconcha itapevensis sp. nov. A composição taxonômica das associações varia ao longo da seção estudada, onde Cyprideis multidentata Hartmann é a espécie mais abundante e frequente (273 espécimes), seguida por Cytheretta punctata Sanguinetti (56 espécimes) e L. itapevensis sp. nov. (51 espécimes). As variações em riqueza e diversidade observadas ao longo do testemunho resultam, provavelmente, de processos sedimentares e mudanças hidrológicas durante a evolução da Lagoa Itapeva. Os resultados
obtidos reforçam a importância dos ostracodes no estudo de paleoambientes costeiros.

Palavras-chave: sistema laguna-barreira, bioestratinomia, micropaleontologia, Quaternário.

Downloads

Published

2021-08-29

How to Cite

Campos, L. T. S., Nunes, L. de O., & Bergue, C. T. (2021). Fossil Holocene Ostracoda from the Itapeva Lake, Southern Brazilian coastal plain. Revista Brasileira De Paleontologia, 24(2), 79-89. https://doi.org/10.4072/rbp.2021.2.01