Novas evidências de possíveis Unenlagiinae (Deinonychosauria, Theropoda) na Bacia São Luís-Grajaú, Albiano–Cenomaniano do Estado do Maranhão, Brasil

Authors

  • Luiz Antonio Letizio Pós-Graduação em Geociências e Meio Ambiente, Instituto em Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, UNESP, Campus Rio Claro. Av. 24 A / 1515, 13506-900, Rio Claro, SP, Brasil.
  • Reinaldo J. Bertini Núcleo de Evolução e Paleobiologia de Vertebrados, Departamento em Geologia, Instituto em Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, UNESP, Campus Rio Claro. Av. 24 A / 1515, 13506-900, Rio Claro, SP, Brasil.
  • Manuel Alfredo Medeiros Departamento de Biologia, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal do Maranhão, UFMA. Av. dos Portugueses, 1966, 65080-805, São Luís, MA, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.4072/rbp.2022.2.05

Abstract

New evidence of putative Unenlagiinae (Deinonychosauria, Theropoda) in the São Luís-Grajaú Basin, Albian–Cenomanian, State of Maranhão, Brazil. We studied an assemblage of teeth from Laje do Coringa, São Luís-Grajaú Basin, Alcântara Formation, State of Maranhão, Brazil. The collection sites are dated as Albian–Cenomanian. Ten teeth were submitted to morphological
analysis in Scanning Electron Microscopy, with the goal of identifying materials likely associated with unenlagiine theropod dinosaurs.
Three specimens were identified as putative members of the group based on: (a) strong labial-lingual flattening of the crown, (b) absence of longitudinal grooves, (c) dimensions compatible with previously described Unenlagiinae, (d) “ziphodont” morphology lightly to the mesial portion, (e) basal section with two distinguishable borders, (f) complete absence of serrations. These teeth expand chronological and geographical distributions of Unenlagiinae dinosaurs.

Keywords: Dinosauria, teeth, Maniraptoriformes, Cretaceous.

RESUMO – O presente trabalho investiga uma associação de dentes isolados provenientes da Laje do Coringa, Bacia São Luís-Grajaú,
Formação Alcântara, Estado do Maranhão, Brasil. Os locais de coleta são datados para os andares Albiano–Cenomaniano do Período Cretáceo. Dez dentes foram submetidos a análises morfológicas em Microscopia Eletrônica de Varredura, com objetivo de identificar materiais possivelmente associáveis a dinossauros terópodos unenlagiinos. Três espécimes foram identificados como possivelmente associáveis ao grupo, com base em (a) forte achatamento lábio-lingual da coroa, (b) ausência de estrias longitudinais, (c) dimensões totais dos espécimes compatíveis com as equivalentes de Unenlagiinae previamente descritos, (d) forma “zifodonte” levemente voltada para a porção mesial, (e) forma da seção basal com duas bordas distinguíveis, (f) ausência completa de serrilhas. Estes dentes ampliam distribuições cronológicas e geográficas de dinossauros Unenlagiinae.

Palavras-chave: Dinosauria, dentes, Maniraptoriformes, Cretáceo.

References

Bertini, R. J. 2012. Presence of Unenlagiinae (Deinonychosauria / Maniraptora) isolated teeth in the Adamantina and Marília formations (Campanian / Maastrichtian) from São Paulo and Minas Gerais states, Southeastern Brazil. Boletim Resumos VIII Simpósio Brasileiro Paleontologia Vertebrados: p. 28. Recife.

Bonaparte, J. F. 1999. Tetrapod faunas from South America and India: a palaeobiogeographic interpretation. Proceedings of the Indian National Science Association, 65 A: 427-437.

Candeiro, C. R. A.; Cau, A.; Fanti, F.; Nava, W. R.; Novas, F. E. 2012. First evidence of an unenlagiid (Dinosauria, Theropoda, Maniraptora) from the Bauru Group, Brazil. Cretaceous Research, 37: 223-226.

Carpenter, K.; Currie, P. J. 1992. Theropod teeth from the Judith River Formation of Southern Alberta. . In: Currie, P. J.; Rigby Jr, J. K.; Sloan, R. E. (editores). Dinosaur Systematics. Approaches and Perspectives. Cambridge University Press: 107-125.

Colbert, E. H.; Russell, D. A. 1969. The small Cretaceous dinosaur Dromaeosaurus. American Museum Novitates, 2380: 1-49.

Corrêa Martins, F. J. 1996. Levantamento de aspectos geológicos da parte Setentrional da Ilha de São Luís e áreas adjacentes. 1996. 98 p. Dissertação (Mestrado) UFRJ, IG, Rio de Janeiro: 98 p.

Currie, P. J.; Carabajal, A. P. 2012. A new specimen of Austroraptor cabazai Novas, Pol, Canale, Porfiri and Calvo, 2008 (Dinosauria, Theropoda, Unenlagiidae) from the Latest Cretaceous (Maastrichtian) of Rio Negro, Argentina. Ameghiniana, 49: 662-667.

Elias, F. A. 2006. Dentes de amniotas da Laje do Coringa (Formação Alcântara, albo-cenomaniano da Bacia São Luís-Grajaú). Identificação, descrição, aspectos paleobiológicos, biocronológicos, paleogeográficos e paleobiogeográficos. Dissertação (Mestrado). UNESP, IGCE, Campus Rio Claro: 357 p.

Felipe, L. B. 2012. Geologia, Geomorfologia e Morfotectônica da região de Marabá, PA. Tese (Doutoramento). UNESP, IGCE, Campus Rio Claro: 158 p.

Fiorillo, A. R.; Currie, P. 1994. Theropod teeth from the Judith River Formation (Upper Cretaceous) of South-Central Montana. Journal of Vertebrate Paleontology, 14: 74-78.

Franco, A. C. 1999. Dentes de teropodomorfos do Cretáceo Superior da Bacia do Paraná: análise em Microscopia Eletrônica de Varredura. Dissertação (Mestrado). UNESP, IGCE, Campus Rio Claro: 124 p.

Gianechini, F. A.; Makovicky, P. J.; Apesteguía, S. 2011. The teeth of the unenlagiine theropod Buitreraptor from the Cretaceous of Patagonia, Argentina, and the unusual dentition of the Gondwanan dromaeosaurids. Acta Palaeontologica Polonica, 56, 279-290.

Góes, A. M. 1995. Formação Poti (Carbonífero Inferior) da Bacia do Parnaíba. Tese (Doutoramento), USP, IG: 142 p.

Goes, A. M.; Coimbra, A. M. 1996. Bacias sedimentares da província sedimentar do Meio-Norte do Brasil. In: Boletim de Resumos Expandidos e Guia de Excursões. Belém: SBG-Núcleo Norte: 186-187.

Góes, A. M.; Rossetti, D. F. 2001 Gênese da Bacia São Luís-Grajaú, Meio Norte do Brasil. In: Rossetti, D. F.; Góes, A. M.; Truckenbrodt, W. (editores). O Cretáceo na Bacia de São Luís-Grajaú. Belém: Editora Museu Paraense Emílio Goeldi, 15-29 (Coleção Friedrich Katzer).

Holtz, T. R. Jr. 1996. Phylogenetic taxonomy of the Coelurosauria (Dinosauria: Theropoda). Journal of Paleontology, 70: 536-538

Klein, V. C.; Ferreira, C. S. 1979. Paleontologia e Estratigrafia de uma fácies estuarina da Formação Itapecuru, Estado do Maranhão. Anais Academia Brasileira Ciências, 51: 523-533.

Marsh, O. C. 1881. A new order of extinct Jurassic reptiles (Coeluria). American Journal of Science 21: 339-340.

Medeiros, M. A. A. 2001. Laje do Coringa (Ilha do Cajual, Bacia de São Luís, Baía de São Marcos, MA): conteúdo fossilífero, Bioestratinomia, diagênese e implicações na Paleobiogeografia do Meso-Cretáceo do Nordeste brasileiro. 2001. Tese (Doutoramento). UFRS, IG, Porto Alegre: 137 p.

Norell, M. A.; Xu, X. 2005. Feathered dinosaurs. Annual Review Earth Planetary Sciences, 33: 277-299.

Novas, F. E. 2009. The age of dinosaurs in South America. Indiana University Press: 480 p.

Ostrom, J. H. 1992. Dromaeosauridae. In: Weishampel, D. B.; Dodson, P.; Osmólska, H. (editores) The Dinosauria, University of California Press: 269- 279.

Pedrão, E; Arai, M; Carvalho, I. S.; Santos, M. H. B. 1993. Palinomorfos cenomanianos da Formação Itapecurú. Análise palinológica de uma amostra de superfície da Ponta do Farol, Município de São Luís (MA). Petrobrás / CENPES / SEBIPE. Relatório Interno: 13 p.

Rossetti, D. F. 1996. Sequence Stratígraphy and depositional evolution of the Formation Itapecurú (Late Cretaceous) in the São Luís Basin, Northern Brazil. Acta Geologica Leopoldensia, 19: 111-126.

Rossetti, D. F. 2001 Evidência de atividade sísmica sinsedimentar em depósitos cretácicos da Bacia de São Luís-Grajaú. O Cretáceo na Bacia de São Luís-Grajaú. Belém: Museu Paraense Emílio Goeldi, 7: 47-66.

Rossetti, D. F.; Truckenbrodt, W. 1997.Revisão estratigráfica para os depósitos do Albiano-Terciário Inferior (?) na Bacia de São Luís (MA), Norte do Brasil. Boletim Museu Paraense Emílio Goeldi, Série Ciências da Terra, 9: 29-41.

Rosseti, D. F.; Góes, A. M. 2003. Caracterização paleoambiental de depósitos albianos na borda Sul da Bacia São Luís-Grajaú: modelo de delta fluvial influenciado por tempestade. Revista Brasileira de Geociências, 33: 299-312.

Seeley, H. G. 1887 On the classification of the fossil animals commonly named Dinosauria, Proceedings Royal Society of London, 43: 165-171.

Xu, X.; Wang, X.-L.; Wu, X.-C. 1999. A dromaeosaurid dinosaur with a filamentous integument from the Yixian Formation of China. Nature, 401: 262-266.

Xu, X.; Zhou, Z.; Wang, X. 2000. The smallest known non-avian theropod dinosaur. Nature, 408: 705-708.

Published

2022-07-16

How to Cite

Letizio, L. A., Bertini, R. J., & Medeiros, M. A. (2022). Novas evidências de possíveis Unenlagiinae (Deinonychosauria, Theropoda) na Bacia São Luís-Grajaú, Albiano–Cenomaniano do Estado do Maranhão, Brasil. Revista Brasileira De Paleontologia, 25(2), 157-164. https://doi.org/10.4072/rbp.2022.2.05