Comunicados

Chapa Paleontologia Integrada
2018-2020 


Programa de Trabalho
 
A chapa "Paleontologia Integrada", candidata a presidir a gestão 2018-2020 do Núcleo Rio de Janeiro/Espírito Santo da Sociedade Brasileira de Paleontologia, tem como objetivos principais de seu programa de trabalho:
 
1) Congregar a comunidade técnico-científica paleontológica dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo;
2) Estimular a comunidade paleontológica na participação, organização e promoção de eventos geocientíficos sediados no RJ e ES no período da gestão, a exemplo do 49º Congresso Brasileiro de Geologia (agosto de 2018), IV Simpósio Brasileiro de Paleoinvertebrados (outubro de 2018) e PALEO's RJ/ES 2018, 2019 e 2020 (provavelmente em dezembro de cada ano), entre outras possibilidades de eventos;
3) Valorizar o papel da Paleontologia na sociedade, aproveitando as diversas instituições de divulgação científica já existentes, como o Museu Nacional/UFRJ, Museu da Geodiversidade/UFRJ, Museu de Ciências da Terra/CPRM e Museu do Amanhã;
4) Ressaltar a importância dos sítios geológicos e paleontológicos localizados nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, como o Parque Paleontológico de Itaboraí, estimulando e apoiando a realização de atividades de ensino, pesquisa e extensão que integrem os sítios de interesse didático-científico;
5) Participar ativamente da defesa pela preservação de sítios geológicos e paleontológicos dos estados do RJ e ES, a exemplo dos afloramentos das bacias de Itaboraí, Resende, Volta Redonda e Macacu, bem como depósitos quaternários do RJ e ES;
6) Auxiliar a Sociedade Brasileira de Paleontologia na captação de novos associados, impulsionando a participação de maior número de pesquisadores do RJ e ES como sócios da SBP;
7) Ampliar a divulgação da Paleontologia do RJ e ES através do fortalecimento do Boletim Paleonotícias Online;
8) Promover o Dia do Paleontólogo;
9) Apoiar as comemorações dos 200 Anos de criação do Museu Nacional/UFRJ;
10) Solucionar todas as pendências concernentes ao registro do Núcleo RJ/ES da SBP e sua conta corrente.
 
Configuração da chapa "Paleontologia Integrada"
 
PRESIDENTE: Hermínio Ismael de Araújo Júnior (UERJ)
É paleontólogo, graduado em Ciências Biológicas pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (2010) e Mestre (2012) e Doutor (2015) em Geologia (Paleontologia e Estratigrafia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. É tafônomo com experiência em Tafonomia, Icnologia, Paleoecologia e Estratigrafia de depósitos contendo macrofósseis, em especial das acumulações fossilíferas de vertebrados do Mesozoico e Cenozoico do Brasil. É Professor Adjunto IV do Departamento de Estratigrafia e Paleontologia (DEPA) da Faculdade de Geologia (FGEL) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e membro permanente do corpo docente do Programa de Pós-graduação em Análise de Bacias e Faixas Móveis (PPGABFM) da FGEL-UERJ. Atua como professor convidado do Programa de Pós-graduação em Geologia (PPGL), do Instituto de Geociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). É Diretor de Programação Técnico-Científica (gestão 2017-2018) do Núcleo Rio de Janeiro da Sociedade Brasileira de Geologia. Atua como Editor Associado do periódico Anuário do Instituto de Geociências e revisor ad hoc de periódicos importantes nas áreas de Geociências, Biodiversidade e Ciências Ambientais, tendo sido agraciado em 2015 e 2017 com o Elsevier Reviewer Recognition Award. É consultor da área "Sedimentary Geology and Paleobiology" da National Science Foundation (NSF), USA. Por fim, é bolsista do Programa Jovem Cientista do Nosso Estado, da FAPERJ.
 
VICE-PRESIDENTE: Lílian Paglarelli Bergqvist (IGEO/UFRJ)
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Faculdade de Humanidades Pedro II (1983), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1989) e doutorado em Geociências pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996). Parte do doutorado foi realizado na University of Oklahoma, USA, com o Dr. Richard L. Cifelli, em 1994. Atualmente é Professor Associado II do Departamento de Geologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Bolsista de Produtividade do CNPq Nível 1-D e Affiliated Research Associate da Universidade de Oklahoma/USA. Possui experiência na área de Zoologia, com ênfase em Paleomastozoologia, atuando principalmente no estudo dos mamíferos fósseis da Bacia de Itaboraí, no estado do Rio de Janeiro. Faz prospecção de mamíferos cretáceos na Bacia Bauru. Temas principais de pesquisa: Mammalia, Paleógeno, Morfologia Funcional, Taxonomia, Tafonomia.
 
1ª SECRETÁRIA: Dimila Mothé (UNIRIO)
Possui Graduação em Ciências Biológicas pela UNIRIO (2008), Especialização em Geologia do Quaternário pelo Museu Nacional/UFRJ (2010), Mestrado em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ (2012) e Doutorado em Zoologia pelo Museu Nacional/UFRJ (2016), com período Sanduíche pelo Programa Ciência sem Fronteiras na University of Florida, EUA. Atuou como Professora Substituta no Departamento de Geologia da Universidade Federal do Paraná (2012-2013) e Professora Convidada no Departamento de Geologia e Paleontologia do Museu Nacional/UFRJ (2015). Tem Pós-doutorado em Paleoecologia na Universidade Federal de Pernambuco e atualmente faz Pós-doutorado na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Paleontologia, atuando principalmente nos seguintes temas: Proboscidea, Paleoecologia, Morfologia, Taxonomia, Evolução, Sistemática e Biogeografia.
 
2º SECRETÁRIO: Antonio Carlos Sequeira Fernandes (MN/UFRJ)
Licenciado e Bacharel em História Natural pela Universidade Gama Filho (1973), Licenciado em História pela Universidade Veiga de Almeida (2004), Mestre (1978) e Doutor (1996) em Ciências - Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) de 1977 a 2005, onde lecionou Paleontologia e Neontologia nos cursos de Geologia e Oceanografia, respectivamente. Docente do Departamento de Geologia e Paleontologia do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) de 1980 a 2016, aposentado no cargo de Professor Titular e atualmente Pesquisador Colaborador Voluntário da UFRJ. Diretor Adjunto de Ensino (2007-2009 e 2010-2013) e presidente da Comissão de Pós-Graduação e Pesquisa do Museu Nacional (biênios 2007-2009, 2010-2011 e 2012-2013). Curador da coleção de paleoinvertebrados de 1999 a 2016, desenvolve pesquisas relacionadas à Icnologia, Paleontologia de Invertebrados e história das coleções geológicas e paleontológicas do Museu Nacional adquiridas no século XIX e sobre história da Paleontologia brasileira. Representante da Sociedade Brasileira de Paleontologia (SBP) junto à Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos (SIGEP) de 1997 a 2017. Membro do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira de Filosofia e História da Biologia (biênios 2011-2013 e 2013-2015), Membro Efetivo da Academia Teresopolitana de Letras na cadeira 9 (patronímia Castro Alves; eleito em 09/07/2011/posse em 01/10/2011) e Membro da Academia das Ciências de Lisboa na categoria de Sócio Correspondente Brasileiro (eleito em 03/05/2012).
 
1º TESOUREIRO: Fernando Henrique de Souza Barbosa (UERJ)
Graduado (2009) em Ciências Biológicas Licenciatura pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Mestre (2013) em Geociências pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Doutor (2017) em Ciências (Geologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Atualmente faz estágio de pós-doutorado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Atua nas aéreas de Paleontologia, Paleontologia de Vertebrados, Paleopatologia, Paleoecologia, Tafonomia, Icnologia e em Biomecâmica (Análise de Elementos Finitos).
 
2º TESOUREIRO: Rodrigo Giesta Figueiredo (UFES)
Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal Fluminense (2007), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015). Atualmente é professor adjunto classe A-1 da Universidade Federal do Espírito Santo. Tem experiência na área de Zoologia, com ênfase em Paleozoologia, atuando principalmente nos seguintes temas: paleontologia dos vertebrados, anatomia comparada, evolução e sistemática de crocodilianos, linguagens, divulgação científica e letramento científico.
 
DIRETORA DE PUBLICAÇÕES: Márcia Aparecida dos Reis Polck (ANM/RJ)
possui graduação em Ciências Biológicas/Bacharelado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1989), graduação em Ciências Biológicas Licenciatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (1990), mestrado em Ciências - Geologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em Ciências - Geologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005). Atualmente é paleontóloga - Departamento Nacional de Produção Mineral e professora colaboradora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Tem experiência na área de Geociências, com ênfase em Paleontologia e Estratigrafia, atuando principalmente nos seguintes temas: Paleoictiologia, análise de bacias, ensino de paleontologia, patrimônio paleontológico e geoturismo.

Fale conosco através do formulário de contato em nosso site clicando aqui. © Sociedade Brasileira de Paleontologia. Todos os direitos reservados.
Esmeril Design